Clicky

O que é Tecnologia?

A criação de tecnologia tem como objetivo a resolução de problemas, aplicando, na prática, o conhecimento científico em diversas áreas de pesquisa. Para tanto, como um produto da ciência e da engenharia, ela consiste em um conjunto de instrumentos, métodos e técnicas na busca da resolução dos problemas.

Lampada representando uma ideia

De maneira simples, considera-se tecnologia a técnica ou conjunto de técnicas de uma determinada área. De uma forma mais formal, segundo os dicionários, sua definição é: o estudo sistemático sobre as técnicas, os processos, os métodos, os meios e os instrumentos de um ou mais ofícios ou domínios da atividade humana, como a indústria e a ciência, por exemplo.

Sendo assim, ao contrário do que muitas vezes pensamos, a tecnologia não está relacionada apenas com inovações digitais, inteligência artificial, machine learning e outras novidades atuais que estão em constante evolução. Embora a palavra tecnologia nos remeta à ideia de futuro, ela é muito mais antiga que o termo digital, por exemplo, e seu impacto já era sentido na humanidade muito antes de conhecermos a energia elétrica.

Tecnologia na História

O fogo

Fogueira

O homem deu seu primeiro passo em direção à tecnologia quando descobriu o fogo, ao perceber que se friccionasse duas pedras, esfregando uma na outra, conseguiria produzir uma faísca, que se colocada em algum lugar de fácil combustão, pegaria fogo normalmente; e assim ele não precisaria mais esperar que um raio caísse em alguma árvore para obtê-lo. O fogo, portanto, provavelmente foi a primeira energia natural utilizada pelo homem de forma intencional.

O homem também desenvolveu, ao longo de gerações, meios para a produção e transporte do fogo em qualquer lugar; podemos citar como exemplos as tochas com óleos e, posteriormente, os fósforos e os isqueiros.  Também juntou ao fogo outros instrumentos, e desenvolveu fontes de energia maiores e melhores. Até hoje, o fogo é, ainda, a nossa principal fonte de energia.

A roda

Roda

O que dizer da roda, outra importante invenção? Foi com ela que os povos primitivos transformaram o transporte num meio mais rápido e fácil de locomoção, além de contribuir para o surgimento de muitas cidades.

As primeiras rodas não eram exatamente o que chamaríamos hoje de roda! Eram apenas três tábuas presas por suportes em forma de uma cruz. O primeiro aperfeiçoamento se deu, provavelmente, com a colocação de um aro de madeira e, quinhentos anos mais tarde, surgiriam os primeiros aros de metal; por volta de 1870 surgem as rodas de raios de arame, para as bicicletas, e uma década depois é desenvolvido o aro pneumático, (apesar de ter sido patenteado quarenta anos antes); na década de 1930, surgem as rodas de aço estampado, mais leves, mais resistentes e mais baratas.

A escrita

Caneta

Como falar da história da tecnologia e não falar da invenção da escrita? Seu surgimento foi na Mesopotâmia por volta de 3000 anos a.C., com uns símbolos que, posteriormente, foram denominados de escrita cuneiforme. Mais tarde, os egípcios criaram os hieroglíficos, e os fenícios, com a criação das consoantes, chegaram à representação fonética. Os gregos, por sua vez, acrescentaram as vogais, resultando, assim, no nosso alfabeto atual.

E a escrita nos leva à Revolução da Imprensa, com a invenção da prensa móvel por Gutenberg. Este importante fato reduziu o custo dos livros, escritos manualmente até então, e resultou na popularização da leitura e no aumento da taxa de alfabetização. Pode-se dizer que sem esse avanço tecnológico não teríamos conhecido outros importantes eventos como o Iluminismo, a Revolução Científica, o Renascentismo, a Reforma Protestante e nossa economia moderna; acontecimentos que têm sua base no conhecimento da aprendizagem em massa.

Armas de fogo

Revolver

Para o bem ou para o mal, as armas de fogo também têm que constar na história do avanço tecnológico. Sua origem está vinculada ao surgimento da pólvora, no século IX, na China. Foi a mistura de salitre, enxofre e carvão vegetal, em contato com o fogo, que resultou em explosões que foram o princípio das armas de fogo.

É claro que já havia armas de outros tipos muito antes disso, desde um pedaço de pau, uma simples pedra, como qualquer outro objeto cortante transformado em arma nas mãos de alguém um tanto quanto enfurecido ou acuado.

Era das Navegações e Descobrimentos Marítimos

Caravela

No final da Idade Média, o mundo então conhecido – Europa, Oriente Médio, África, Índias –, muda radicalmente seu conceito de mundo: exploradores europeus, principalmente portugueses e espanhóis, começam a aventurar-se com suas caravelas pelo temido “mar desconhecido”, o oceano Atlântico, e também pelos oceanos Pacífico e Índico, iniciando a chamada Era das Navegações e Descobrimentos Marítimos.

Revolução Industrial

Nos séculos XVIII e XIX, surge na Inglaterra a chamada Revolução Industrial. Como o nome sugere, o conjunto de mudanças que ocorreram e acabaram por revolucionar o modo do trabalho até então conhecido, substituindo o trabalho artesanal pelo assalariado, usando máquinas.

Maquina a vapor

A Revolução Industrial ficou limitada, primeiramente, à Inglaterra, entre 1760 a 1860; e numa segunda fase, Alemanha, França, Rússia e Itália também se industrializaram. As principais inovações desse período foram o emprego do aço, a utilização da energia elétrica e dos combustíveis derivados do petróleo, a invenção do motor à explosão, da locomotiva a vapor e o desenvolvimento de produtos químicos.

O computador

Ao nos aproximarmos da atualidade, encontramos o computador com uma das grandes inovações existentes. Concomitantemente, Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra foram os lugares aonde surgiram os primeiros computadores eletrônicos, em 1944. Nada semelhantes aos computadores do nosso tempo, eram máquinas enormes, com 4,5 toneladas, que demoravam cerca de seis segundos para realizar uma multiplicação, além de desempenharem apenas tarefas específicas.

Intel CPU - processador

De lá para cá esse invento não parou de mudar sua forma, seu uso e sua importância. Com ele surgiram outros equipamentos como o mouse, o disquete, o CD-rom, por exemplo; expressões que no Brasil se tornaram verbos, como ‘deletar’; e personalidades e nomes importantes como Bill Gates, Steve Jobs, Microsoft, Apple. Hoje o computador está em todas as empresas, das micro às macro; em todos os ramos, da saúde ao entretenimento; em aviões, navios, carros e brinquedos; cabe nas mesas e nos bolsos. E quase ninguém mais imagina um mundo ou uma vida sem eles!

A internet

Conexões pelo mundo

Também nos Estados Unidos, em 1969, um professor da Universidade da Califórnia, passou a um amigo seu, em Stanford, o primeiro e-mail da história. Isso, graças a uma inovadora e importantíssima tecnologia que vinha sendo usada secretamente na comunicação entre militares e cientistas, em meio à Guerra Fria: a Arpanet. No ano de 1982, e por quase duas décadas, o invento alcançou o meio acadêmico americano e, logo, se expandiu a países europeus como Suécia, Holanda e Dinamarca. Agora já conhecida como Internet.

Entre a década de 80 e o início dos anos 90, a rede é aperfeiçoada e surgem os primeiros serviços que vão dar a feição atual à Internet, como o WWW, a World Wide Web (WWW), lançado em 1991; o qual passou a viabilizar a transmissão de imagens, som e vídeo pela rede, popularizando, assim, a Internet. Nessa época, também surgem os provedores de acesso, empresas comerciais que vendem aos clientes o meio de “navegar” na rede. Desde então, sua difusão e acesso vem crescendo constantemente, tendo atualmente bilhões de usuários em todo o planeta. No entanto, sua imensa maioria ainda está entre os habitantes dos países industrializados e, por esse motivo, ainda tem muito a crescer.

E hoje?

Aqui listamos algumas das grandes inovações tecnológicas que mudaram o mundo como era conhecido. Mas e hoje? Quais tecnologias, que estão em desenvolvimento atualmente, serão vistas como divisoras de águas no futuro? É claro que prever o futuro sempre foi uma tarefa complicada, mas e se uma tecnologia resolver este problema?

Robô acenando

Através do Machine Learning, com auxílio do Big Data e da Ciência de Dados, prever o que acontecerá amanhã parece uma possibilidade mais real a cada dia. Utilizando estes conceitos temos a Inteligência Artificial, tornando possíveis coisas que nunca imaginamos, ou que pensávamos ser exclusividade de Hollywood.

É muito provável, que estas décadas que estamos vivendo, fiquem marcadas pelas evoluções tecnológicas advindas da Inteligência Artificial e suas vertentes. Conforme já conversamos em outros momentos, a forma como trabalhamos será significativamente afetada, talvez com o maior impacto dos últimos séculos.

Não seja pego de surpresa

Em momentos como este o melhor que podemos fazer é estar atualizados. É provável que algumas, ou mesmo muitas, profissões deixem de existir, mas isso não significa que estes profissionais precisem ficar desempregados. Sempre precisaremos da inteligência humana, e quanto mais capacitada ela for, melhor remunerada será, por mais que as profissões mudem por completo.

Você pode gostar da ideia de trabalhar diretamente com estas inovações, criando e participando deste processo. Pode preferir uma participação indireta, como um médico que utiliza um modelo de machine learning como apoio, ou ainda, apenas conhecer os conceitos e entender como se aplicam, de modo que você possa estar preparado para o futuro. O que você não deve é ignorar esta realidade! Em momentos de grandes mudanças, aqueles que não estão preparados podem se ver em situações muito delicadas.

Quer conhecer mais sobre estes assuntos?

Para aqueles que buscam se aprofundar nestes temas e dominar suas técnicas, seja buscando evolução profissional, ou mesmo conhecimento para enfrentar o amanhã, temos algumas opções de cursos, montados com foco no entendimento do aluno, priorizando a didática e a objetividade. Clique aqui e confira, temos cursos gratuitos e completos.

cursos