Clicky

Como criar seu primeiro dashboard no Power BI

O Power BI é uma das ferramentas de visualização de dados mais reconhecidas e utilizadas do mercado. Por isso, você poderia pensar que ele é um software complicado; entretanto, com esse artigo queremos demonstrar exatamente o oposto: o Power BI é extremamente simples de ser utilizado. Acompanhe o tutorial e veja que, ao final, você será capaz de criar as suas próprias visualizações.

Caso prefira, você também pode seguir o tutorial no vídeo abaixo:

Primeiros passos

Primeiramente, se ainda não instalou o programa, confira nosso tutorial de instalação, tanto em vídeo quanto em texto:

Após a instalação, será necessário carregar uma base de dados. Você pode carregar a mesma base que utilizamos no vídeo abaixo. Serão dados simples que indicam se um aluno foi aprovado ou reprovado.

Agora que o programa já está instalado e a base de dados carregada, você poderá criar a visualização propriamente dita.

Criando visualizações

Como você pode ver, ao abrir o Power BI, há várias opções de visualizações, filtros e configurações diferentes. Além disso, nós podemos criar novas medidas e utilizar o Power Query para fazer edições em nossas bases de dados.   

Diferentes opções de visualizações

Em nossas primeiras visualizações, entretanto, não vamos nos preocupar muito com o acabamento e o layout final. Vamos utilizar configurações simples para que todos consigam acompanhar. Assim, não haverá nenhum tipo de dúvida ou complexidade. Será possível ver que, mesmo de maneira simples, podemos extrair resultados satisfatórios do Power BI.

Criando uma tabela com nomes e notas

Com sua planilha carregada, você deve clicar na variável “Nome” no menu “Campos” (que se encontra na lateral direita da janela) e arrastá-la para o canto superior esquerdo. Primeiramente, você terá todos os nomes da base de dados na tela. Eles estarão pequenos, mas se você ocultar os menus “Filtros” e “Visualizações”, a visualização ficará mais fácil.

Criando uma visualização de tabela

Vamos supor que você queira saber quais destes alunos foram aprovados e reprovados. Para isso, repita o processo de arrastar com a coluna “Aprovado”, soltando dentro da tabela com a coluna “Nome”. Assim, a nossa tabela receberá uma nova coluna, com a indicação de “Sim” para alunos aprovados e “Não” para alunos reprovados, pois este é o conteúdo existente na coluna “Aprovado” de nossa base de dados.

Visualização de tabela criada

Criando um filtro no tabela

Para visualizar apenas os aprovados, por exemplo, devemos criar um filtro. Clique no menu “Filtros”, selecione a variável “Aprovado” e selecione o box “Sim”. Agora, apenas os nomes que tem a opção “Sim” (os aprovados) serão exibidos em nossa tabela.

Filtrando uma tabela

Ajustando o tamanho do texto da tabela

Como você pode ver, a tabela está um pouco pequena. Para aumentar a visualização, selecione “Visualizações” e o desenho de um “rolo de pintar”. Agora você verá as opções de formatação. Há vários itens que você pode selecionar descendo a barra lateral. Vamos, entretanto, apenas alterar os “Valores”. Novamente, desça a barra lateral até a opção “Tamanho do texto” e coloque o valor que desejar.

Alterando os valores da visualização
Editando o tamanho do texto

Cartão com nota média

Temos, agora, uma relação bem simples de quem foi aprovado. Para implementar nossa visualização, podemos adicionar a nota média de aprovação. Para isso, vamos criar mais uma visualização arrastando a variável “Nota” para o canto inferior esquerdo da página.

Adicionando nota média de aprovação

O próprio Power BI dará uma sugestão de visualização. Nesse caso, será um gráfico de barras. Vamos, porém, alterar esse gráfico, pois a opção em barras não é a melhor no momento. Selecionamos, então, em “Visualizações” a opção “Cartão”, já que queremos um valor absoluto. Não esqueça que, para que o visual em questão seja alterado, é necessário que ele esteja selecionado.

Sugestão de visualização

Assim, surgirá em nosso dashboard o valor 66. O que significa isso? Para descobrir, nós podemos clicar na opção “Campos” (em “Visualizações”, ao lado do “rolo de pintar”) e será possível conferir os detalhes das variáveis utilizadas no visual em questão. Em “Nota”, a opção marcada é “Soma”. Isso significa que o Power BI está consultando a nossa base e somando todos os valores que existem na coluna “Nota”. Como nós queremos ver a média nos aprovados, devemos trocar para a opção “Média”. Agora, você poderá verificar o valor médio de toda a turma, independentemente de situação do aluno (aprovado ou não).

Verificando a média

No entanto, nós queremos visualizar o valor médio das notas de quem foi aprovado. Nós precisamos, então, adicionar um filtro. Para isso, clique na opção “Filtros”. Você verá que não temos a opção de filtrar só quem está aprovado. Para adicionar esse filtro, você deve selecionar e arrastar a variável “Aprovado” para dentro de um espaço em “Filtros nesse visual”. Dessa formar poderemos utilizar uma variável que não faz parte do visual como condição para as variáveis que estão no visual.

Adicionando um filtro no visual

Com o filtro adicionado, você deve selecionar o box “Sim”. Agora, já conseguimos saber que a média das pessoas aprovadas é 7,50.

Selecionando o filtro adicionado

Replicando os visuais

Se quiséssemos fazer a mesma coisa para quem não foi aprovado, poderíamos repetir o processo. Você pode, também, simplesmente selecionar o visual, pressionar a tecla “Ctrl” e clicar no outro visual. Como ambos estão agora selecionados, podemos dar um “Ctrl+C” e um “Ctrl+V” no telado. Você verá que foi tudo replicado. Podemos então redimensionar as visualizações e organizá-las na página como desejarmos.

Redimensionando as visualizações

Porém, não queremos mais quem está aprovado, e sim, os reprovados. Então, selecionamos a outra tabela e, na variável “Aprovados” (em “Filtros”), clicamos na opção “Não”, alterando assim o filtro que foi replicado do visual anterior. Nossa tabela mostrará apenas os alunos que foram reprovados.

Alterando um filtro

Ao fazer essas mesmas alterações na “média de nota”, você verá que a nota média de quem reprovou também será alterada, passando para 3,50.

Alteração da nota média dos reprovados

Nesse momento, nós temos duas tabelas. Em uma delas, todos os alunos estão aprovados (opção “Sim”); na outra, todos estão reprovados (opção “Não”). Podemos, então, retirar essa informação se assim desejarmos. Para isso, vamos na opção “Visualizações” e, no campo “Valores”, clicamos sobre o “X” em “Aprovado”. Podemos fazer isso em ambas as tabelas. A média e a visualização não mudam, pois continuamos tendo os filtros apesar de eles não apareceram mais no visual.

Excluindo informações da visualização

Gráfico de linhas com notas dos alunos

Dando sequência, podemos criar um gráfico que nos mostre todos os alunos e suas respectivas notas, por exemplo.

Para isso, vamos na aba “Campos” e arrastamos as variáveis “Nome” e “Nota” para a esquerda, criando um novo visual. Assim o dashboard nos mostrará a tabela básica com a qual já estamos acostumados. Nós podemos aumentar o tamanho da visualização, já pensando no gráfico.

Criando visualização de gráfico de linhas

Agora, vamos alterar a tabela para a visualização de gráfico de linhas. Em “Visualizações” nós selecionamos a opção “gráfico de linhas”.

Visualização de gráfico criada

Assim, nós teremos um gráfico que nos mostra a nota de cada aluno e o nome desse aluno. Primeiramente, o gráfico está em ordem decrescente. Podemos clicar nos “três pontinhos” no canto superior direito do visual e mudar a visualização de decrescente para crescente, para que as menores notas fiquem na esquerda, e as maiores na direita.

Mudando visualização de decrescente para crescente

Assim, vemos as notas de cada aluno: Bruno e João com 2, Júlia com 5, Carlos com 9 etc. Ao passarmos o mouse sobre a linha do gráfico podemos ver a informação mais detalhada (nome e nota).

Vendo informações mais detalhadas no gráfico

Inserindo legenda no gráfico

Da maneira como o gráfico se encontra, é possível ver a nota de cada pessoa. Entretanto, está difícil visualizar a nota rapidamente. Além disso, ainda não conseguimos saber se a pessoa foi aprovada ou não apenas olhando para esse gráfico. Então, vamos melhorá-lo um pouco adicionando uma legenda. Essa legenda pode ser o status de aprovação de cada aluno. Ou seja, se a pessoa foi aprovada ou não. Para isso, simplesmente arraste a variável “Aprovado” para dentro de “Legenda”, nos “Campos” do visual.

Adicionando legenda ao gráfico

Assim podemos ver essa separação que nos mostra se a pessoa foi aprovada ou não: a linha azul clara mostra quem não foi aprovado; a linha azul escura mostra quem foi aprovado. Você pode configurar o gráfico para que ele fique com as cores ou outras características que desejar. Podemos conferir os formatos para ver se conseguimos melhorar um pouco mais a visualização. Na opção “Formato”, desça a barra lateral até encontrar os “Rótulos dos dados” e habilite-os clicando no círculo lateral. Agora, conseguimos saber, em cada um dos pontos, a nota de cada aluno sem precisar olhar para o eixo. Isso, ainda que torne a tela um pouco “poluída”, facilita quando precisamos encontrar uma informação de maneira rápida.

Adicionando rótulo aos dados do gráfico

Você pode, inclusive, aumentar o texto e modificar a fonte. Para isso, continue descendo a barra lateral, em “Rótulos dos dados” até encontrar as opções “Tamanho do texto” e “Família de fontes” e selecione a combinação que preferir.

Aumentando o texto e alterando a fonte

Gráfico com a quantidade de aprovados e reprovados

Como estamos trabalhando com pouca informação, é fácil de visualizar. Porém, se estivéssemos falando sobre uma turma com 100 alunos, ou uma análise mais complexa com 1000 pessoas, seria interessante ver alguns dados de uma maneira macro. Se quisermos saber, a quantidade de pessoas que reprovaram e que aprovaram, por exemplo, podemos adicionar essa informação de maneira bem simples. Para isso, arraste a opção “Aprovado” para o lado direito da página. Inicialmente aparecerá uma tabela. Mude, em “Visualizações” para a opção “Gráfico de colunas empilhadas” e arraste também a opção “Aprovado” para dentro da informação “Valores” mais abaixo, em “Campos”. Se esquecermos de informar o valor, o Power BI não entenderá o que queremos fazer e não mostrará nada no gráfico.

Criando visualização de gráfico de colunas

Agora, como podemos ver, temos um gráfico de colunas que mostra quem foi aprovado (coluna “Sim”) e quem não foi aprovado (coluna “Não”). Além disso, o gráfico também mostra a contagem de cada um (6 aprovados e 6 reprovados). Entretanto, o Power BI é interativo. Se clicarmos em “Amanda”, veremos as informações filtradas apenas da linha “Amanda”.

Verificando a interação do Power BI

Sabemos, então, que a nota da aluna Amanda foi 6,00, e a média também é 6,00, pois há apenas uma pessoa selecionada; o gráfico também mostra a nota 6,00; e na visualização dos aprovados nós temos destacado que a Amanda aparece uma vez nesta contagem na opção “Sim”, por isso que o 1 está realçado no gráfico de barras. Ao clicarmos novamente na linha “Amanda”, retiraremos os filtros. Nós podemos filtrar as informações de qualquer um dos outros alunos.

Se desejarmos, podemos modificar a visualização do gráfico de barras para o gráfico de pizza. Para isso, clique na “Contagem dos aprovados” e, em “Visualizações”, selecione a opção “Gráfico de pizza”. Você pode redimensionar o gráfico da maneira que desejar.

Criando visualização de gráfico de pizza

Agora, podemos ver um gráfico de pizza simples dividido ao meio: 50% para o “Não” e 50% para o “Sim”; 6 observações em cada legenda.

Filtro na página

Para finalizar a nossa visualização, podemos criar um filtro na própria página. Vamos supor que nós quiséssemos acompanhar os dados com base nas notas. Para isso, podemos adicionar um filtro só de notas. Selecione, em “Campos”, a opção “Nota” e arraste-a para o espaço em branco acima do gráfico de pizza. Em “Visualizações”, selecione a opção “Segmentação de dados”.

Adicionando filtro de notas

Com a segmentação de dados, nos podemos filtrar as informações de faixas de notas.

Filtrando faixas de notas

Você pode arrastar os círculos para selecionar a faixa de notas que desejar ou escrever os valores abaixo de “Nota”. Nesse caso, selecionamos as notas entre 4,00 e 8,00. O que estiver de fora desse intervalo não aparecerá em nossas visualizações. Aqui, temos apenas os alunos com nota entre esses valores; a média passou a ser calculada dessa forma; o gráfico de pizza também passou a utilizar as informações do critério utilizado.

Você acabou de criar, em poucos passos, sua primeira visualização interativa no Power BI.

Continue praticando!

Inicialmente, pode parecer muita informação para absorver. Mas continue experimentando o Power BI. Você verá que ele é um software intuitivo e de fácil utilização. Agora que você conhece o básico, pode começar a criar as suas próprias visualizações para praticar. Faça tabelas, gráficos, mude cores, layouts, eixos e legendas. Quanto mais você se aventurar, mais rápido irá aprender. Não tenha medo!

Se você gostou de utilizar o Power BI e quer continuar aprendendo sobre ele, recomendamos nosso curso Power BI básico com Machine Learning Gratuito. Nele você aprenderá a criar dashboards completos com exemplos claros e didáticos, além de seguir para aplicações de machine learning.

Além disso, temos outros cursos de Machine Learning e Inteligência Artificial. Você encontrará diversas opções, tanto pagas quanto gratuitas, todas focadas na didática e aprendizado do aluno. Clique aqui e confira!

cursos